18 novembro 2005

Do traço ao pixel

Nesta dissertação, Eduardo Berliner analisa as dificuldades para se traduzir por meio de uma ferramenta ou de uma máquina, as características que a intervenção humana (no caso, o desenho feito a mão) oferece a um projeto tipográfico. Eduardo faz um passeio ao longo do tempo, mostrando a relação criativa dos "punchcutters" e dos criadores de tipos de ontem, e os desenhistas de fontes digitais contemporâneos. Finalmente trata do seu projeto de graduação em Reading - a tipografia Pólen; mostrando-nos os desafios, frustações e intervenções que permearam o processo de desenvolvimento do seu projeto. O link está aqui.

1 Comments:

At 18 novembro, 2005, Blogger adreson said...

pô, eu conheço este trabalho do Berliner e estou utilizando num trabalho de especialização. Bem Legal mesmo!!

 

Postar um comentário

<< Home